quinta-feira, 1 de abril de 2010

"Para Você"


“Para Você”

De repente o silencio,
De repente a calma ,
De repente, não mais que de repente,
Triste fez-se o meu dia
De repente do riso fez-se o pranto
Deve ser melhor assim
O que adianta um amor
que a gente não sabe se existe ou não...
O que adianta um amor
se a gente não pode compartilhar...
Foram tantas as demoras
que nosso tempo se esgotou.
Sei  que
toda a tristeza do mundo
vai cortar bem fundo,
Que a saudade
vai ser irresistível
Deve ser melhor assim
Tanto te quis, em vão,
Tanto te esperei,
te chamei e não viestes.
Foram tantas as demoras
que nosso tempo se esgotou.
Esta noite, vá anime-se
contemple o céu,
Esta noite vá anime-se
Interrogue uma estrela
e pergunte
se longe, bem longe,
um outro alguém
esta contemplando
este mesmo céu,
esta mesma estrela,
mas
Não pergunte quem é
Pois seu coração já sabe
Apenas pergunte se esta
murmurando baixinho:
"Saudades!"

                                                      Stand By - 05.02.2010
Postar um comentário